Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018

Mais lidas da semana

18/3/2015 - Mairinque - SP

Prossegue vacinação contra HPV nas Unidades Básicas de Mairinque




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Mairinque

Prossegue nas Unidades Básicas de Saúde de Mairinque a campanha de vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), medida preventiva contra o câncer de colo do útero e verrugas genitais. Neste ano, por determinação do Ministério da Saúde, serão vacinadas adolescentes de 11 anos completos a 13 anos de idade. A população deve utilizar a Unidade Básica de Saúde mais perto de sua residência.

Luiz Carlos Pinheiro, chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde de Mairinque, adverte para a importância das meninas nessa idade serem vacinadas. “Pais e responsáveis devem cuidar para que as adolescentes nessa faixa de idade sejam vacinadas, pois o HPV é uma das principais causas de ocorrência do câncer do colo de útero”, explica.

Ele complementa, ainda, que a vacinação das adolescentes ocorrerá com a necessidade de acompanhamento dos pais ou um responsável legal, sendo necessária a apresentação de um documento que contenha foto como RG, RG Escolar ou outros.

De acordo com informes do Ministério da Saúde, a vacina contempla, ainda, dois tipos de HPV de baixo risco (HPV 6 e 11), responsáveis por cerca de 90% das lesões anogenitais. Os informativos destacam que a vacina não protege contra outras doenças sexualmente transmissíveis, de forma que as pessoas vacinadas devem usar preservativos nas relações sexuais.

Transmissão

O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto.  Estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), aponta que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença.

O Ministério da Saúde orienta que mulheres na faixa etária dos 25 aos 64 anos façam anualmente o exame preventivo, o Papanicolau. A vacinação, conjuntamente com as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero, possibilitará prevenir a doença nas próximas décadas. Atualmente este agravo representa a quarta causa de morte por câncer entre as mulheres brasileiras e faz, por ano, 5.264 vítimas fatais.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mairinque Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.